Convênio com a União Pan-Americana estimula crescimento da Ginástica Acrobática no Brasil

18.11.2020  |    58 visualizações

Material desenvolvido pela USA Gymnastics inclui código de pontuação e uma série de vídeos com detalhamento de rotinas obrigatórias e conjuntos de habilidades

Da Redação, São Paulo (SP) - A Confederação Brasileira de Ginástica assinou um acordo com a UPAG (União Pan-Americana de Ginástica) com o objetivo de desenvolver a prática da Ginástica Acrobática. Como signatária do acordo, a CBG passa a ter acesso a um código de pontuação para iniciantes e a uma série de vídeos de rotinas obrigatórias e de conjuntos de habilidades.

“O Brasil, como já está um pouco mais avançado na Ginástica Acrobática em comparação com outros países da América do Sul, já tem seus regulamentos, montados por nós. O que a UPAG está oferecendo é o regulamento norte-americano para iniciação até o avançado. É muito importante, para os países que estão começando, ter um ponto de partida, o que não tivemos no Brasil, no início da nossa jornada. Nós criamos nossos regulamentos. Graças a esse convênio com a UPAG, teremos mais material para trabalhar. O principal benefício é: quanto maior o número de países envolvidos com a Ginástica Acrobática no nosso continente, maior será o crescimento de todos, graças à elevação do nível das competições Pan-Americanas”, diz Deise Garcia, Coordenadora Técnica de Ginástica Acrobática.

Deise acredita que os intercâmbios com os países mais próximos tenderão a ser mais proveitosos em decorrência dessa iniciativa. “Com a difusão dessas regras, poderemos viajar aos países vizinhos e todos estarão falando a mesma língua. Se os outros países também criassem regras, ficaria bastante complicada a perspectiva de crescimento da modalidade”.

Graças ao acesso ao material proveniente da UPAG, Deise vai sugerir que sejam acrescentados dois níveis ao processo de iniciação concebido para os novos praticantes no Brasil.

 

Leia também...
02.12.2020

Serão eleitos quatro atletas para preenchimento de vagas restantes

30.11.2020

Palestra da renomada coreógrafa Cláudia Borelli foi mediada por Kátia Lemos

30.11.2020

Membros das comissões disciplinares das duas entidades traçam planos para dar suporte às atletas da Ginástica Rítmica

28.11.2020

Ginasta brasiliense de 16 anos é convocada para passar uma semana no CT de Aracaju