São Paulo chega perto de resultado histórico, mas é superado no tie-break

14.03.2021  |    315 visualizações

Tricolor quase conseguiu a primeira vitória sobre o Praia Clube na Superliga

Da Redação, São Paulo (SP) - O São Paulo F.C./Barueri lutou muito e chegou bem perto da primeira vitória de sua história sobre o Dentil/Praia Clube na Superliga. Nos momentos decisivos do tie-break, no entanto, a equipe mineira foi mais feliz e levou a melhor na primeira partida do mata-mata de quartas de final, neste domingo (14), em Barueri: 25-19, 17-25, 25-14, 23-25 e 16-14. O segundo jogo será na próxima quinta-feira (18), em Uberlândia, a partir das 19h.

Equipe mais jovem entre os quadrifinalistas da Superliga, o São Paulo começou a partida preso, padecendo de um natural nervosismo. A levantadora Jacke, que voltava após ter cumprido o período de isolamento por haver contraído covid-19, sentiu falta de um melhor ritmo de jogo.

Indiferente às dificuldades do adversário, o Praia Clube viu sua estratégia de saque agressivo desmontar a melhor linha de recepção da Superliga – o São Paulo tem a segunda (Nyeme), a quarta (Maira) e a quinta (Karina) melhores atletas nessa estatística.

Quando o placar já apontava 15 a 8 para a equipe visitante, o auxiliar técnico Wagão (Wagner Fernandes), que comandou a equipe devido à suspensão de Zé Roberto (três cartões vermelhos na fase classificatória), inverteu o 5/1, acionando Kenya e Kisy, que foram titulares de Barueri durante boa parte do Campeonato Paulista.

A entrada das suplentes deu novo ânimo às donas da casa, que conseguiram reduzir a vantagem mineira, mas não evitaram a derrota na primeira parcial.

Kisy, que havia anotado cinco pontos no primeiro set, foi o dínamo da reação tricolor no segundo, anotando outros seis. Desta vez, foi o São Paulo que conseguiu sucesso ao sacar agressivamente, explorando a recepção oscilante do Praia, um dos raros pontos fracos da poderosa equipe de Uberlândia. A levantadora Kenya também brilhou, dando velocidade nos contra-ataques e aproveitando para atacar também – ela foi autora de sete pontos ao longo de todo o jogo, façanha muito rara para uma jogadora de sua posição.

No terceiro set, o Praia Clube novamente conseguiu sacar como desejava, e o cenário se inverteu – a recepção do São Paulo é que deixou a desejar. O Tricolor também tornou as coisas mais fáceis para o time do Triângulo Mineiro, cedendo nove pontos em erros. 

Quando o enredo do jogo fazia supor uma vitória por 3 a 1 do Praia, o São Paulo voltou a mostrar seu grande poder de superação. Com bela atuação de Lorena, autora de cinco pontos nessa parcial (12 ao longo do jogo), o bloqueio são-paulino brilhou, marcando quatro pontos nesse set, contra apenas um do adversário.

O São Paulo chegou a abrir 19 a 15, mas uma inversão do 5/1 do Praia, com Rosane e Monique entrando, deu novo alento ao time de Paulo Cocco, que chegou ao empate em 21 a 21. Na sequência da partida, no entanto, as boas performances de Kisy (maior pontuadora do São Paulo no jogo, com 20) e de Maira (18), brecaram a reação mineira.

No tie-break, a maior experiência das jogadoras do Praia pesou. Fernanda Garay anotou cinco pontos no quinto set. O time de Uberlândia chegou a abrir 10 a 7, mas o São Paulo conseguiu reagir, com um bloqueio (sobre Garay) e um ataque certeiro de Kisy depois de um erro de saque. Depois, a central Carol, que já foi a melhor de sua posição na Superliga, ainda contribuiu com um bloqueio e um levantamento de costas para Brayelin Martinez, resultando em ponto. Com mais lucidez nos momentos decisivos, o Praia acabou largando na frente na luta por vaga na semifinal, mas o São Paulo já deixou claro que dará muito trabalho.

ELENCO

#1 Dani Terra - Líbero 1,68
#2 Diana - Meio 1,91
#4 Maira - Ponta 1,85
#5 Glayce Kelly – Ponta 1,85
#6 Nyeme - Líbero 1,75
#7 Lorrayna – Oposta 1,86
#8 Jheovana - Ponteira/Oposta 1,91
#9 Kisy - Oposta 1,89
#10 Lorena – Meio 1,90
#11 Karina – Ponta 1,79
#12 Larissa - Meio 1,88
#13 Jacke - Levantadora 1,74
#14 Kenya – Levantadora 1,85
#15 Duda – Levantadora 1,85
#16 Carol - Ponta 1,92
#18 Dani Seibt - Meio 1,88

Média de altura: 1,85

Média de idade: 21 anos

Comissão Técnica:

Técnico – José Roberto Lages Guimarães 
Assistente Técnico – Wagner Luiz Coppini Fernandes 
Auxiliar Técnico – Alexandre Santos Gomes 
Preparador Físico – Caique Bonafe Botelho Naipe e Eduardo Fernando Cianci Gomes
Médico: Julio Cesar Carvalho Nardelli 
Responsável Fisioterapeuta – Fernando Alves Fernandes
Fisioterapeuta – Daniel Hideki Kan 
Estatístico – Luciano Tavares Lima e Fabio Rafael Simplício

SUPERLIGA BANCO DO BRASIL 2020/21

FASE CLASSIFICATÓRIA

10/11 – Fluminense 0 x 3 São Paulo F.C./Barueri (13-25, 19-25 e 23-25)

13/11 – São José dos Pinhais 1 x 3 São Paulo F.C./Barueri (14-25, 25-27, 21-25 e 16-25)

17/11 – São Paulo F.C./Barueri 0 x3 Osasco São Cristóvão Saúde (22-25, 20-25 e 21-25)

20/11 –São Paulo F.C./Barueri 2 x 3 Sesi Vôlei Bauru (23-25, 20-25, 25-19, 20-25 e 11-15)

23/11 –São Paulo F.C./Barueri 0 x 3 Itambé/Minas (15-20, 20-25 e 23-25)

01/12 – São Paulo F.C./Barueri x Dentil Praia Clube (26-24, 21-25, 25-21 e 25-22)

04/12 - Brasília Vôlei 1 x 3 São Paulo F.C./Barueri (23-25, 25-21, 25-13 e 25-18)

08/12 - SESC RJ/Flamengo x São Paulo F.C./Barueri (25-14, 26-24 e 25-17)

12/12 – São Paulo F.C./Barueri 3 x 0 São Caetano (25-11, 25-14 e 25-12)

18/12 – Esporte Clube Pinheiros 2 x 3 São Paulo F.C./Barueri (25-21, 25-20, 17-25, 22-25 e 8-15)

23/12 – São Paulo F.C./Barueri 3 x 2 Curitiba Vôlei (21-25, 26-24, 22-25, 25-22 e 15-5).

12/01 – São Paulo F.C./Barueri 3 x 0 São José dos Pinhais (25-19, 25-22 e 25-21)

15/01 – Osasco São Cristóvão Saúde 1 x 3 São Paulo F.C./Barueri (21-25, 25-21, 25-23 e 25-14)

26/01 –Itambé/Minas 3 x 0 São Paulo F.C./Barueri (25-20, 25-17, 25-20)

29/01 –São Paulo F.C./Barueri 3 x 0 SESC RJ/Flamengo (25-13, 25-21 e 25-16)

08/02 –São Paulo F.C./Barueri 3 x 0 Fluminense (25-13, 25-22 e 25-11)

12/02 – Dentil/Praia Clube 3 x 0 São Paulo F.C./Barueri (25-20, 35-33 e 25-9)

16/02 – 19h – Sesi Vôlei Bauru 2 x 3 São Paulo F.C./Barueri (17-25, 25-18, 23-25, 25-23, 13-15)

20/02 – São Paulo F.C./Barueri 1 x 3 Brasília Vôlei (25-16, 18-25, 22-25 e 23-25)

23/02 – São Caetano 0 x 3 São Paulo F.C./Barueri (17-25, 14-25 e 17-25)

26/02 –São Paulo F.C./Barueri 3 x 1 Esporte Clube Pinheiros (25-19, 24-26, 25-17, 25-11)

05/03 – São Paulo F.C./Barueri 3 x 2 Curitiba (20-25, 17-25, 25-12, 25-16 e 15-11) 

 

QUARTAS DE FINAL

Primeira Rodada:

Domingo (14/03) – São Paulo-Barueri 2 x 3 Praia Clube (19-25, 25-17, 14-25, 25-23 e 14-16)

Segunda rodada:

Quinta (18/03) – Praia Clube x São Paulo-Barueri, às 19h – SporTV 2

Terceira rodada (se necessário):

Segunda-feira (22/03) – Praia Clube x São Paulo-Barueri, às 19h – SporTV 2

 

 

Leia também...
18.03.2021

Tricolor não resiste a jogo praticamente perfeito da forte equipe mineira

17.03.2021

Com equipe titular coesa e força que vem do banco, São Paulo vai para o tudo ou nada no segundo jogo do confronto com equipe mineira, que teve o horário antecipado

13.03.2021

Adversário será o Praia Clube, terceiro colocado na fase de classificação

05.03.2021

São Paulo faz "treino de luxo" emocionante e com reviravoltas no fim da fase classificatória