São Paulo trava duelo de alto nível com o Praia Clube, mas não segura o poderio do adversário

12.02.2021  |    182 visualizações

Segundo set, vencido por 35 a 33 pelo time mineiro, foi um dos mais empolgantes da Superliga

Da Redação, São Paulo (SP) - Depois das grandes vitórias sobre Osasco São Cristóvão Saúde e Sesc-RJ/Flamengo no returno da Superliga, era grande a expectativa de que o São Paulo F.C./Barueri pudesse aprontar outra surpresa, no jogo desta sexta-feira (12), contra o Dentil/Praia Clube. O time de José Roberto Guimarães até conseguiu jogar de igual para igual no belíssimo segundo set, mas não evitou a derrota para o time de Uberlândia, que conta com um elenco recheado por jogadora com ouro olímpico, estrangeiras de renome e veteranas com muitas conquistas no currículo. O placar, na Arena Praia, foi 3 a 0, com parciais de 25-20, 35-33 e 25-9.

Fernanda Garay, do Praia Clube, levou o Troféu Viva Vôlei, conferido à melhor jogadora da partida. A ponteira marcou 17 pontos, mesmo número alcançado por Lorrayna, do São Paulo.

Confiante, com base em suas últimas boas performances, o São Paulo começou com tudo e chegou a abrir 5 a 1 no placar no começo do jogo. O técnico Paulo Cocco pediu um tempo, e as donas da casa ajustaram a recepção e o bloqueio. Já o Tricolor voltou a errar em demasia, reeditando um problema apresentado no primeiro turno e que vinha sendo atenuado. A equipe paulista cedeu oito pontos em falhas no primeiro set, contra cinco presenteados pelo adversário. O bloqueio também fez a diferença: o time mineiro marcou quatro pontos nesse fundamento, contra um do São Paulo. A levantadora Jacke concentrou muito o jogo nas ponteiras e em Lorrayna – acionou pouco as centrais, o que facilitou a tarefa para o paredão adversário.

No segundo set, um dos mais bonitos de toda a Superliga, as “Meninas Superpoderosas” mostraram que podem jogar o fino do vôlei. O Tricolor chegou a estar perdendo por 14 a 10, mas manteve os nervos no lugar e remou muito. Sacando bem e com Lorrayna em jornada inspiradíssima – marcou 11 pontos apenas nessa parcial – o time deu espetáculo. Com Maira subindo de produção no final do set, além da boa contribuição de Lorena, o time de Barueri teve uma atuação para guardar na memória e para elevar a confiança definitivamente. No finalzinho do set, que durou 43 minutos, a maior experiência do time mineiro acabou prevalecendo.

No terceiro set, o Praia Clube melhorou o nível do saque, complicando o passe do adversário. Ao mesmo tempo, a comissão técnica do time da casa fez um eficiente trabalho de marcação das jogadas do São Paulo. Aos poucos, o time de Barueri foi perdendo o gás e acabou sendo punido com uma derrota contundente no set: 25 a 9, que em tudo destoa do grande potencial da equipe.

Na próxima terça-feira, o São Paulo terá outra pedreira pela frente: o Sesi Vôlei Bauru, dono da quinta melhor campanha na Superliga.

ELENCO

#1 Dani Terra - Líbero 1,68
#2 Diana - Meio 1,91
#4 Maira - Ponta 1,85
#5 Glayce Kelly – Ponta 1,85
#6 Nyeme - Líbero 1,75
#7 Lorrayna – Oposta 1,86
#8 Jheovana - Ponteira/Oposta 1,91
#9 Kisy - Oposta 1,89
#10 Lorena – Meio 1,90
#11 Karina – Ponta 1,79
#12 Larissa - Meio 1,88
#13 Jacke - Levantadora 1,74
#14 Kenya – Levantadora 1,85
#15 Duda – Levantadora 1,85
#16 Carol - Ponta 1,92
#18 Dani Seibt - Meio 1,88

Média de altura: 1,85

Média de idade: 21 anos

Comissão Técnica:

Técnico – José Roberto Lages Guimarães 
Assistente Técnico – Wagner Luiz Coppini Fernandes 
Auxiliar Técnico – Alexandre Santos Gomes 
Preparador Físico – Caique Bonafe Botelho Naipe e Eduardo Fernando Cianci Gomes
Médico: Julio Cesar Carvalho Nardelli 
Responsável Fisioterapeuta – Fernando Alves Fernandes
Fisioterapeuta – Daniel Hideki Kan 
Estatístico – Fabio Rafael Simplício e Luciano Tavares Lima 

SUPERLIGA BANCO DO BRASIL 2020/21

FASE CLASSIFICATÓRIA

10/11 – Fluminense 0 x 3 São Paulo F.C./Barueri (13-25, 19-25 e 23-25)

13/11 – São José dos Pinhais 1 x 3 São Paulo F.C./Barueri (14-25, 25-27, 21-25 e 16-25)

17/11 – São Paulo F.C./Barueri 0 x3 Osasco São Cristóvão Saúde (22-25, 20-25 e 21-25)

20/11 –São Paulo F.C./Barueri 2 x 3 Sesi Vôlei Bauru (23-25, 20-25, 25-19, 20-25 e 11-15)

23/11 –São Paulo F.C./Barueri 0 x 3 Itambé/Minas (15-20, 20-25 e 23-25)

01/12 – São Paulo F.C./Barueri x Dentil Praia Clube (26-24, 21-25, 25-21 e 25-22)

04/12 - Brasília Vôlei 1 x 3 São Paulo F.C./Barueri (23-25, 25-21, 25-13 e 25-18)

08/12 - SESC RJ/Flamengo x São Paulo F.C./Barueri (25-14, 26-24 e 25-17)

12/12 – São Paulo F.C./Barueri 3 x 0 São Caetano (25-11, 25-14 e 25-12)

18/12 – Esporte Clube Pinheiros 2 x 3 São Paulo F.C./Barueri (25-21, 25-20, 17-25, 22-25 e 8-15)

23/12 – São Paulo F.C./Barueri 3 x 2 Curitiba Vôlei (21-25, 26-24, 22-25, 25-22 e 15-5).

12/01 – São Paulo F.C./Barueri 3 x 0 São José dos Pinhais (25-19, 25-22 e 25-21)

15/01 – Osasco São Cristóvão Saúde 1 x 3 São Paulo F.C./Barueri (21-25, 25-21, 25-23 e 25-14)

26/01 –Itambé/Minas 3 x 0 São Paulo F.C./Barueri (25-20, 25-17, 25-20)

29/01 –São Paulo F.C./Barueri 3 x 0 SESC RJ/Flamengo (25-13, 25-21 e 25-16)

08/02 –São Paulo F.C./Barueri  3 x 0 Fluminense (25-13, 25-22 e 25-11)

12/02 – Dentil/Praia Clube x São Paulo F.C./Barueri (25-20, 35-33 e 25-9)

16/02 – 19h – Sesi Vôlei Bauru x São Paulo F.C./Barueri (SporTV2)

20/02 – 20h – São Paulo F.C./Barueri x Brasília Vôlei (SporTV2)

 

 

Leia também...
05.03.2021

São Paulo faz "treino de luxo" emocionante e com reviravoltas no fim da fase classificatória

04.03.2021

Equipe paranaense foi superada apenas no tie-break no primeiro turno

27.02.2021

Com grande atuação do bloqueio, responsável por 17 pontos, São Paulo deslanchou no placar

25.02.2021

Time de Zé Roberto quer evitar surpresas, depois de levar susto no primeiro turno com esse adversário