São Paulo trava duelo de alto nível com o Praia Clube, mas não segura o poderio do adversário

12.02.2021  |    208 visualizações

Segundo set, vencido por 35 a 33 pelo time mineiro, foi um dos mais empolgantes da Superliga

Da Redação, São Paulo (SP) - Depois das grandes vitórias sobre Osasco São Cristóvão Saúde e Sesc-RJ/Flamengo no returno da Superliga, era grande a expectativa de que o São Paulo F.C./Barueri pudesse aprontar outra surpresa, no jogo desta sexta-feira (12), contra o Dentil/Praia Clube. O time de José Roberto Guimarães até conseguiu jogar de igual para igual no belíssimo segundo set, mas não evitou a derrota para o time de Uberlândia, que conta com um elenco recheado por jogadora com ouro olímpico, estrangeiras de renome e veteranas com muitas conquistas no currículo. O placar, na Arena Praia, foi 3 a 0, com parciais de 25-20, 35-33 e 25-9.

Fernanda Garay, do Praia Clube, levou o Troféu Viva Vôlei, conferido à melhor jogadora da partida. A ponteira marcou 17 pontos, mesmo número alcançado por Lorrayna, do São Paulo.

Confiante, com base em suas últimas boas performances, o São Paulo começou com tudo e chegou a abrir 5 a 1 no placar no começo do jogo. O técnico Paulo Cocco pediu um tempo, e as donas da casa ajustaram a recepção e o bloqueio. Já o Tricolor voltou a errar em demasia, reeditando um problema apresentado no primeiro turno e que vinha sendo atenuado. A equipe paulista cedeu oito pontos em falhas no primeiro set, contra cinco presenteados pelo adversário. O bloqueio também fez a diferença: o time mineiro marcou quatro pontos nesse fundamento, contra um do São Paulo. A levantadora Jacke concentrou muito o jogo nas ponteiras e em Lorrayna – acionou pouco as centrais, o que facilitou a tarefa para o paredão adversário.

No segundo set, um dos mais bonitos de toda a Superliga, as “Meninas Superpoderosas” mostraram que podem jogar o fino do vôlei. O Tricolor chegou a estar perdendo por 14 a 10, mas manteve os nervos no lugar e remou muito. Sacando bem e com Lorrayna em jornada inspiradíssima – marcou 11 pontos apenas nessa parcial – o time deu espetáculo. Com Maira subindo de produção no final do set, além da boa contribuição de Lorena, o time de Barueri teve uma atuação para guardar na memória e para elevar a confiança definitivamente. No finalzinho do set, que durou 43 minutos, a maior experiência do time mineiro acabou prevalecendo.

No terceiro set, o Praia Clube melhorou o nível do saque, complicando o passe do adversário. Ao mesmo tempo, a comissão técnica do time da casa fez um eficiente trabalho de marcação das jogadas do São Paulo. Aos poucos, o time de Barueri foi perdendo o gás e acabou sendo punido com uma derrota contundente no set: 25 a 9, que em tudo destoa do grande potencial da equipe.

Na próxima terça-feira, o São Paulo terá outra pedreira pela frente: o Sesi Vôlei Bauru, dono da quinta melhor campanha na Superliga.

ELENCO

#1 Dani Terra - Líbero 1,68
#2 Diana - Meio 1,91
#4 Maira - Ponta 1,85
#5 Glayce Kelly – Ponta 1,85
#6 Nyeme - Líbero 1,75
#7 Lorrayna – Oposta 1,86
#8 Jheovana - Ponteira/Oposta 1,91
#9 Kisy - Oposta 1,89
#10 Lorena – Meio 1,90
#11 Karina – Ponta 1,79
#12 Larissa - Meio 1,88
#13 Jacke - Levantadora 1,74
#14 Kenya – Levantadora 1,85
#15 Duda – Levantadora 1,85
#16 Carol - Ponta 1,92
#18 Dani Seibt - Meio 1,88

Média de altura: 1,85

Média de idade: 21 anos

Comissão Técnica:

Técnico – José Roberto Lages Guimarães 
Assistente Técnico – Wagner Luiz Coppini Fernandes 
Auxiliar Técnico – Alexandre Santos Gomes 
Preparador Físico – Caique Bonafe Botelho Naipe e Eduardo Fernando Cianci Gomes
Médico: Julio Cesar Carvalho Nardelli 
Responsável Fisioterapeuta – Fernando Alves Fernandes
Fisioterapeuta – Daniel Hideki Kan 
Estatístico – Fabio Rafael Simplício e Luciano Tavares Lima 

SUPERLIGA BANCO DO BRASIL 2020/21

FASE CLASSIFICATÓRIA

10/11 – Fluminense 0 x 3 São Paulo F.C./Barueri (13-25, 19-25 e 23-25)

13/11 – São José dos Pinhais 1 x 3 São Paulo F.C./Barueri (14-25, 25-27, 21-25 e 16-25)

17/11 – São Paulo F.C./Barueri 0 x3 Osasco São Cristóvão Saúde (22-25, 20-25 e 21-25)

20/11 –São Paulo F.C./Barueri 2 x 3 Sesi Vôlei Bauru (23-25, 20-25, 25-19, 20-25 e 11-15)

23/11 –São Paulo F.C./Barueri 0 x 3 Itambé/Minas (15-20, 20-25 e 23-25)

01/12 – São Paulo F.C./Barueri x Dentil Praia Clube (26-24, 21-25, 25-21 e 25-22)

04/12 - Brasília Vôlei 1 x 3 São Paulo F.C./Barueri (23-25, 25-21, 25-13 e 25-18)

08/12 - SESC RJ/Flamengo x São Paulo F.C./Barueri (25-14, 26-24 e 25-17)

12/12 – São Paulo F.C./Barueri 3 x 0 São Caetano (25-11, 25-14 e 25-12)

18/12 – Esporte Clube Pinheiros 2 x 3 São Paulo F.C./Barueri (25-21, 25-20, 17-25, 22-25 e 8-15)

23/12 – São Paulo F.C./Barueri 3 x 2 Curitiba Vôlei (21-25, 26-24, 22-25, 25-22 e 15-5).

12/01 – São Paulo F.C./Barueri 3 x 0 São José dos Pinhais (25-19, 25-22 e 25-21)

15/01 – Osasco São Cristóvão Saúde 1 x 3 São Paulo F.C./Barueri (21-25, 25-21, 25-23 e 25-14)

26/01 –Itambé/Minas 3 x 0 São Paulo F.C./Barueri (25-20, 25-17, 25-20)

29/01 –São Paulo F.C./Barueri 3 x 0 SESC RJ/Flamengo (25-13, 25-21 e 25-16)

08/02 –São Paulo F.C./Barueri  3 x 0 Fluminense (25-13, 25-22 e 25-11)

12/02 – Dentil/Praia Clube x São Paulo F.C./Barueri (25-20, 35-33 e 25-9)

16/02 – 19h – Sesi Vôlei Bauru x São Paulo F.C./Barueri (SporTV2)

20/02 – 20h – São Paulo F.C./Barueri x Brasília Vôlei (SporTV2)

 

 

Leia também...
18.03.2021

Tricolor não resiste a jogo praticamente perfeito da forte equipe mineira

17.03.2021

Com equipe titular coesa e força que vem do banco, São Paulo vai para o tudo ou nada no segundo jogo do confronto com equipe mineira, que teve o horário antecipado

14.03.2021

Tricolor quase conseguiu a primeira vitória sobre o Praia Clube na Superliga

13.03.2021

Adversário será o Praia Clube, terceiro colocado na fase de classificação