Em jornada épica de Lorrayna, São Paulo F.C./Barueri arranca vitória consagradora em Bauru

16.02.2021  |    175 visualizações

Trajetória da oposto, que começou mal e cresceu no jogo, simboliza a caminhada do Tricolor na Superliga

 

Da Redação, São Paulo (SP) - E o São Paulo F.C./Barueri conseguiu de novo. Jogando na casa do adversário, o time comandado pelo técnico José Roberto Guimarães conquistou uma vitória consagradora sobre o Sesi Vôlei Bauru, por 3 a 2: 17-25, 25-18, 25-23, 23-25 e 15-13. Nas cinco partidas contra os times de maior orçamento da Superliga, o chamado Big 5, o Tricolor conseguiu três vitórias. As duas primeiras foram sobre o Osasco São Cristóvão Saúde (3 a 1) e o SESC-RJ Flamengo (3 a 0).

O triunfo foi consequência de um grande trabalho em equipe, mas a trajetória de Lorrayna dentro da partida embute um significado maior, que transcende sua atuação individual. No primeiro set, a oposto do Tricolor esteve apagada, anotando apenas um ponto, e errou bastante. No primeiro set, o São Paulo reeditou seus piores momentos na temporada, e cedeu 11 pontos em falhas ao adversário. O Bauru, dono de um elenco pesado, com estrangeiras de primeiríssimo nível, como a azeri Polina Rahimova(1,98m de altura e alcance de ataque de 3,30m) e a búlgara Dobriana Rabadzieva, além das campeãs olímpicas Dani Lins e Adenízia, soube aproveitar.

A partir do segundo set, Lorrayna e o São Paulo se transformaram. Zé Roberto teve a sensibilidade de manter a oposto em quadra, e ela correspondeu. Depois de acertar duas bolas no corredor, a atacante, que normalmente prefere a diagonal, ganhou confiança e cresceu muito. Ao final da partida, tinha anotado 21 pontos e recebeu o Troféu Viva Vôlei, conferido à melhor jogadora em quadra. “Estou muito feliz. A gente trabalha muito, dia após dia, e fomos recompensadas”, disse a oposto, ao final da partida. “Contra o Praia Clube (no jogo anterior), a gente errou bastante. Hoje procuramos minimizar os erros e ir pra cima, e é isso”.

No segundo set, o bloqueio tricolor, que havia anotado apenas um ponto no primeiro set, assinalou três. Ao final da partida, o time de Barueri registrou 12, contra apenas quatro do adversário: uma verdadeira goleada nesse fundamento. Diana, com seis pontos, foi o grande destaque da muralha de Barueri.

No set seguinte, em alguns momentos Bauru chegou a desenhar a vitória, mas o São Paulo nunca deixou de lutar, e se manteve no páreo. Mesmo jogadoras que atuaram por poucos minutos, como Dani Terra, deram contribuições importantes. Habituada a entrar para sacar e fazer fundo de quadra, ela fez uma defesa magistral quando o placar estava 21 a 21; na sequência, Jacke levantou e Maira não desperdiçou a oportunidade, o que resultou no valiosíssimo 22º ponto do Tricolor. Na sequência, o São Paulo caprichou nos contra-ataques, e foi premiado com a vitória na parcial.

Bauru continuou lutando, mesmo com uma recepção ruim, resultado, em parte, da boa estratégia de saque de Barueri. A atacante Suelle entrou no lugar de Tifanny, que sofreu uma contratura muscular nas costas, e jogou bem, dando novo ânimo para a equipe do Noroeste paulista. Rabadzieva, muito técnica, também dava muito trabalho para a aplicadíssima defesa do São Paulo. A equipe do técnico Robinho conseguiu levar a melhor, num set bastante equilibrado, e forçou o tie-break.

No set decisivo, igualmente bastante parelho, o São Paulo se valeu da jornada inspirada de Lorrayna e também de Jacke, que soube abrir o leque de jogadas, acionando também Lorena, que virou bolas decisivas. No último ponto, Lorrayna, com grande dificuldade, fez uma defesa e devolveu para o outro lado. Sem cobertura, Bauru deixou a bola cair em sua quadra: final de uma partida inesquecível para as Meninas Superpoderosas.

 

ELENCO

#1 Dani Terra - Líbero 1,68
#2 Diana - Meio 1,91
#4 Maira - Ponta 1,85
#5 Glayce Kelly – Ponta 1,85
#6 Nyeme - Líbero 1,75
#7 Lorrayna – Oposta 1,86
#8 Jheovana - Ponteira/Oposta 1,91
#9 Kisy - Oposta 1,89
#10 Lorena – Meio 1,90
#11 Karina – Ponta 1,79
#12 Larissa - Meio 1,88
#13 Jacke - Levantadora 1,74
#14 Kenya – Levantadora 1,85
#15 Duda – Levantadora 1,85
#16 Carol - Ponta 1,92
#18 Dani Seibt - Meio 1,88

Média de altura: 1,85

Média de idade: 21 anos

Comissão Técnica:

Técnico – José Roberto Lages Guimarães 
Assistente Técnico – Wagner Luiz CoppiniFernandes 
Auxiliar Técnico – Alexandre Santos Gomes 
Preparador Físico – Caique Bonafe Botelho Naipe e Eduardo Fernando Cianci Gomes
Médico: Julio Cesar Carvalho Nardelli 
Responsável Fisioterapeuta – Fernando Alves Fernandes
Fisioterapeuta – Daniel Hideki Kan 
Estatístico – Fabio Rafael Simplício e Luciano Tavares Lima 

SUPERLIGA BANCO DO BRASIL 2020/21

FASE CLASSIFICATÓRIA

10/11 – Fluminense 0 x 3 São Paulo F.C./Barueri (13-25, 19-25 e 23-25)

13/11 – São José dos Pinhais 1 x 3 São Paulo F.C./Barueri (14-25, 25-27, 21-25 e 16-25)

17/11 – São Paulo F.C./Barueri 0 x3 Osasco São Cristóvão Saúde (22-25, 20-25 e 21-25)

20/11 –São Paulo F.C./Barueri 2 x 3 Sesi Vôlei Bauru (23-25, 20-25, 25-19, 20-25 e 11-15)

23/11 –São Paulo F.C./Barueri 0 x 3 Itambé/Minas (15-20, 20-25 e 23-25)

01/12 – São Paulo F.C./Barueri x Dentil Praia Clube (26-24, 21-25, 25-21 e 25-22)

04/12 - Brasília Vôlei 1 x 3 São Paulo F.C./Barueri (23-25, 25-21, 25-13 e 25-18)

08/12 - SESC RJ/Flamengo x São Paulo F.C./Barueri (25-14, 26-24 e 25-17)

12/12 – São Paulo F.C./Barueri 3 x 0 São Caetano (25-11, 25-14 e 25-12)

18/12 – Esporte Clube Pinheiros 2 x 3 São Paulo F.C./Barueri (25-21, 25-20, 17-25, 22-25 e 8-15)

23/12 – São Paulo F.C./Barueri 3 x 2 Curitiba Vôlei (21-25, 26-24, 22-25, 25-22 e 15-5).

12/01 – São Paulo F.C./Barueri 3 x 0 São José dos Pinhais (25-19, 25-22 e 25-21)

15/01 – Osasco São Cristóvão Saúde 1 x 3 São Paulo F.C./Barueri (21-25, 25-21, 25-23 e 25-14)

26/01 –Itambé/Minas 3 x 0 São Paulo F.C./Barueri (25-20, 25-17, 25-20)

29/01 –São Paulo F.C./Barueri 3 x 0 SESC RJ/Flamengo (25-13, 25-21 e 25-16)

08/02 –São Paulo F.C./Barueri  3 x 0 Fluminense (25-13, 25-22 e 25-11)

12/02 – Dentil/Praia Clube 3 x 0 São Paulo F.C./Barueri (25-20, 35-33 e 25-9)

16/02 – Sesi Vôlei Bauru 2 x 3 São Paulo F.C./Barueri (17-25, 25-18, 23-25, 25-23, 15-13)

20/02 – 20h – São Paulo F.C./Barueri x Brasília Vôlei (SporTV2)

23/02 – 20h – São Caetano x São Paulo F.C./Barueri (Canal Vôlei Brasil)

 

Leia também...
05.03.2021

São Paulo faz "treino de luxo" emocionante e com reviravoltas no fim da fase classificatória

04.03.2021

Equipe paranaense foi superada apenas no tie-break no primeiro turno

27.02.2021

Com grande atuação do bloqueio, responsável por 17 pontos, São Paulo deslanchou no placar

25.02.2021

Time de Zé Roberto quer evitar surpresas, depois de levar susto no primeiro turno com esse adversário