Com bela exibição na prova mista, Seleção de Conjunto emplaca outra final

08.05.2021  |    227 visualizações

Depois de brilhar nas cinco bolas, Brasil faz ótima apresentação também na prova de três arcos e dois pares de maças

Da Redação (SP) - A Seleção Brasileira de Conjunto de Ginástica Rítmica continua on. Neste sábado (8), nossa equipe emplacou novamente classificação para a final: na prova de três arcos e dois pares de maças, o Brasil obteve a sexta melhor nota (36.550), com uma exibição muito técnica e segura na etapa de Baku da Copa do Mundo de GR.

Portanto, neste domingo, o Brasil vai disputar a final das 5 bolas às 6h10 e a mista, às 8h26. As finais serão exibidas ao vivo pelo SporTV3.

As ginastas que compuseram a Seleção de Conjunto foram Maria Eduarda Arakaki, Beatriz Linhares da Silva, Bárbara Galvão, Deborah Medrado, Gabrielle Moraes da Silva e Geovanna Santos da Silva.

Os outros finalistas são Bulgária (42.600), Itália (40.550), Belarus (39.150), Azerbaijão (38.850), Ucrânia (36.900), Turquia (36.450) e Israel (35.550).

Os resultados conquistados nas duas séries deram ao conjunto brasileiro a sétima colocação no individual geral, a média das duas provas, nesta etapa da Copa do Mundo, que contou com 11 dos 15 melhores países no último Campeonato Mundial. As notas obtidas confirmam o desenvolvimento e consistência alcançados nas séries pelo Brasil.

A técnica do Brasil, Camila Ferezin, está muito satisfeita com os resultados até agora. “Estamos muito felizes com o desempenho das nossas ginastas! Após mais de um ano sem competir, não desistimos em nenhum momento e seguimos firmes nossa preparação. Inicialmente trabalhamos em casa através do treinamento online, após 5 meses nos encontramos em Sangalhos, na Missão Portugal, e em seguida no CT em Aracaju. Quando estávamos prontas para as Copas do Mundo deste ano, tivemos que adiar nossa estreia e enfrentar o covid. Três ginastas titulares tiveram que ficar em isolamento. Não foi nada fácil. E hoje Deus nos honrou com estas duas finais numa Copa do Mundo tão importante como esta”.

Camila fez questão de dividir os méritos com parceiros fundamentais. “Agradeço a CBG, COB, Loterias CAIXA, Ministério da Cidadania e a equipe multidisciplinar. Todos foram excepcionais e nos ampararam em todos os momentos!”

No individual, as brasileiras Bárbara Domingos e Natália Gaudio foram as melhores do continente americano depois das representantes dos Estados Unidos, que já têm vagas olímpicas.

 

Leia também...
14.06.2021

Ginastas brasileiras conseguiram cinco dos seis ouros que estavam em jogo na GR no domingo

13.06.2021

Equipe brasileira termina em primeiro lugar no quadro de medalhas, com três medalhas de ouro e uma de prata

13.06.2021

Série mista garante equipe nacional em Tóquio

12.06.2021

Série mista garante equipe nacional em Tóquio