CBG e Estácio celebram parceria que vai oferecer bolsas de estudo a atletas

28.05.2021  |    109 visualizações

Instituição educacional contribuirá para a formação de ginastas do Brasil

Da Redação (SP) - A Confederação Brasileira de Ginástica acaba de fechar uma parceria com a Estácio, uma das maiores e mais respeitadas instituições educacionais do Brasil. O acordo permitirá que bolsas de estudo em cursos universitários de graduação e pós-graduação sejam oferecidas a ginastas, treinadores de Seleções e colaboradores da CBG em todo o País.

“Além de contribuirmos para a formação de grandes atletas, queremos oferecer ao mercado de trabalho do Brasil grandes profissionais, excelentes cidadãos. É por isso que nos orgulhamos muito dessa nova parceria que fechamos, com uma instituição de ensino com o porte e a respeitabilidade da Estácio”, afirma a presidente da CBG, Luciene Resende.

Segundo Henrique Motta, Coordenador Geral da CBG, a parceria vai render muitos frutos. “Essa iniciativa faz parte do programa de transição de carreira dos atletas, e contempla uma necessidade nossa, que é apoiar o futuro dos ginastas. Além disso, colaboradores e treinadores das Seleções poderão aprimorar a formação. Com a equipe cada vez mais qualificada, teremos uma capacidade ainda maior de desenvolver a Ginástica Brasileira”.

Aluna do curso de graduação em Educação Física da Estácio, Maria Eduarda Arakaki, a capitã da Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica, é testemunha do potencial transformador da parceria. “Ter a oportunidade de estudar enquanto ainda desenvolvo a carreira de atleta, que é muito curta, está sendo incrível. Quero continuar na área do esporte, na ginástica mesmo, quando parar de competir. A Estácio é extremamente importante para o nosso futuro”.

Lucas Barbosa, um dos principais nomes da Ginástica Aeróbica do Brasil, é outro atleta que está se preparando academicamente. “Fazer faculdade é algo muito importante na vida de um atleta. A gente tem que pensar no pós-carreira, porque nosso corpo não aguenta ser ginasta para sempre. Ter uma profissão, portanto, é fundamental. Estou cursando Educação Física e vou poder continuar na área, como treinador, coreógrafo ou preparador físico. A bolsa, por meio dessa parceria da CBG com a Estácio, é algo que veio para mudar a minha vida. Agradeço às duas entidades por essa oportunidade”.

Com mais de 50 anos de tradição no ensino superior, a Estácio é pioneira no ensino digital e oferece acesso a um ensino de qualidade em larga escala. Na graduação, a Estácio possui diferentes formatos de ensino, elaborados para atender a cada perfil de estudante, incluindo atletas, que poderão escolher entre o ensino Presencial, Semipresencial, Digital ou Flex, de acordo com a sua necessidade.

“Sabemos que, para muitos estudantes, é difícil conciliar carreira e ensino. E, para os profissionais do esporte, não é diferente. Por isso, oferecemos aos nossos alunos o que a tecnologia pode entregar de melhor e a flexibilidade de diferentes modalidades. Acreditamos no esporte e, com essa parceria, esperamos que esses novos alunos conquistem, além de medalhas, o ensino superior” afirma Cláudia Romano, Vice-presidente de Relações Governamentais, Comunicação e Sustentabilidade da Estácio.

Leia também...
02.08.2021

Arthur Zanetti e Caio Souza terminaram em oitavo lugar nas argolas e no salto, respectivamente

02.08.2021

Arthur Zanetti e Caio Souza terminaram em oitavo lugar nas argolas e no salto, respectivamente

28.07.2021

Caio Souza obteve a 17ª colocação, e o jovem Diogo Soares foi o 20º

28.07.2021

Evolução constante de Caio e desenvolvimento de Diogo são destacados pela comissão técnica do Brasil.