Brasil brilha no primeiro dia das finais em Doha

25.06.2021  |    283 visualizações

Rebeca e Lorrane subiram ao pódio nas assimétricas, e Arthur Zanetti conquista a prata nas argolas

Da Redação (SP) - Classificada este mês para os Jogos Olímpicos, Rebeca Andrade confirmou que está bem preparada nesta sexta-feira (25), na Copa do Mundo por aparelhos, em Doha. A brasileira conquistou a medalha de ouro nas barras assimétricas. Com uma dificuldade de 6.1 e uma execução muito boa, de 8.4, Rebeca alcançou a nota 14.500, quase dois décimos superior à apresentação da qualificatória.

Lorrane Oliveira fez companhia a Rebeca no pódio. Com muita consistência e segurança, a ginasta somou 13.400 e faturou o bronze. A prata foi conquistada pela ucraniana Anastasiia Bachynska (13.433).

Nas argolas, Arthur Zanetti, campeão olímpico em 2012 e vice em 2016, obteve a prata em Doha, com a nota 14.933. O grego Eleftherios Petrounias venceu a prova, com 15.500. O bronze coube ao iraniano Mahdi Ahmad Kohani (14.800).

Caio Souza, nosso generalista, que deposita a maior parte de suas fichas no individual geral, apresentou muito bem a sua série nas argolas, e ficou em quinto lugar (14.566), resultado que o deixou satisfeito.

 

 

Leia também...
02.08.2021

Arthur Zanetti e Caio Souza terminaram em oitavo lugar nas argolas e no salto, respectivamente

02.08.2021

Arthur Zanetti e Caio Souza terminaram em oitavo lugar nas argolas e no salto, respectivamente

28.07.2021

Caio Souza obteve a 17ª colocação, e o jovem Diogo Soares foi o 20º

28.07.2021

Evolução constante de Caio e desenvolvimento de Diogo são destacados pela comissão técnica do Brasil.