Ginástica Brasileira conquista mais quatro medalhas em Doha

26.06.2021  |    235 visualizações

A Ginástica Brasileira brilhou novamente na Copa do Mundo por aparelhos de Doha, no Catar

Da Redação (SP) - A Ginástica Brasileira brilhou novamente na Copa do Mundo por aparelhos de Doha, no Catar. Neste sábado (26), o Brasil conquistou mais quatro medalhas. O atual campeão mundial na barra fixa, Arthur Nory, executando uma série com alto grau de dificuldade, conseguiu a medalha de prata, com 14.400 (6.4 de dificuldade e 8.000 de execução). O ouro coube ao cipriota Marios Georgiou, que somou 14.466. Com dificuldade bem inferior (5.9), compensou com uma execução muito boa (8.566). O bronze ficou com o cazaque Karimi Milad (14.366).

Rebeca Andrade, que já havia brilhado em Doha com a medalha de ouro nas assimétricas, foi muito bem na trave. Com alto nível de dificuldade (5.5) e 7.633 de execução, somou 13.133, e obteve a medalha de bronze, atrás apenas da ucraniana Diana Varinska (13.200) e da húngara Zsofia Kovacs (13.166). Flavia Saraiva teve uma queda e ficou em sexto lugar, com 12.100.
Caio Souza também subiu ao pódio. Nas paralelas, o brasileiro somou 14.633 (6.1 e 8.533) e conquistou o bronze. Os dois primeiros degraus do pódio foram ocupados pelo turco Ferhat Arican (15.566) e do ucraniano Petro Pakhniuk (15.000). Francisco Barretto Júnior foi o sétimo colocado (14.000).

Lorrane Oliveira, que homologou nesta semana um elemento no código de pontuação da Federação Internacional de Ginástica (FIG), novamente fez uma apresentação muito boa no solo (12.633, com 5.0 de dificuldade e 7.633 de execução) e também conquistou uma medalha de bronze. A brasileira ficou atrás apenas das italianas Vanessa Ferrari (14.266) e Lara Mori (13.633).

Preparação

No início da próxima semana, uma nova etapa de trabalho começa. “A partir de segunda-feira vamos iniciar nosso estágio de competição, buscando ajustar o que coletamos de dados  durante a participação nesta competição”, disse Marcos Goto, Coordenador da Seleção Brasileira de Ginástica Artística Masculina e um de seus treinadores.

Goto fez questão de reconhecer o esforço dos ginastas. “Parabéns a toda a equipe por todo o empenho na competição. Estamos saindo mais fortalecidos após vencer algumas adversidades.”

Leia também...
02.08.2021

Arthur Zanetti e Caio Souza terminaram em oitavo lugar nas argolas e no salto, respectivamente

02.08.2021

Arthur Zanetti e Caio Souza terminaram em oitavo lugar nas argolas e no salto, respectivamente

28.07.2021

Caio Souza obteve a 17ª colocação, e o jovem Diogo Soares foi o 20º

28.07.2021

Evolução constante de Caio e desenvolvimento de Diogo são destacados pela comissão técnica do Brasil.