Brasil sobe ao pódio do Mundial de Aeróbica pela segunda vez consecutiva

18.06.2022  |    192 visualizações

Dupla formada por Rebeca Silva e Lucas Barbosa conquista a medalha de prata em Guimarães

Da Redação (SP) - A dupla formada por Tamires Rebeca Silva e Lucas Barbosa conquistou a medalha de prata no Mundial de Ginástica Aeróbica de Guimarães, em Portugal, neste sábado (18/06). A representação brasileira conseguiu a nota 20.600, e ficou a apenas um décimo dupla campeã, formada pelos húngaros Fanni Mazacs e Daniel Bali.


É a segunda edição consecutiva do Mundial em que o Brasil sobe ao pódio. No ano passado, em Baku,no Azerbaijão, Lucas conseguira o bronze, dando fim a um jejum de medalhas brasileiro que durava 11 anos.


Tamires e Lucas despontaram como candidatos a uma medalha no Mundial em março, ao ficarem em segundo lugar na etapa de Cantanhede da Copa do Mundo, também em Portugal. Naquela ocasião, os húngaros Fanni Mazacs e Daniel Bali foram campeões.


“Foi incrível, estamos muito felizes porque trabalhamos muito para isso. Foi muito emocionante para mim, consegui sentir cada momento do processo até a medalha”, disse Rebeca.
Nas disputas individuais, Lucas e Rebeca não conseguiram alcançar a final. O medalhista em Baku ficou em 13º, com 18.250, e Rebeca ficou a apenas uma posição da classificação – obteve o nono lugar, com 18.933.


Na qualificatória da dupla, Lucas e Rebeca fizeram uma série mais conservadora, para evitarem o risco de cometer erros. “Ainda estávamos abalados pelo resultado no individual, e seguramos muita coisa na semifinal. Mas tínhamos a certeza de que a gente iria com tudo na final”, disse Rebeca.

 

Leia também...
28.06.2022

Atletas da ginástica rítmica e da ginástica artística prestigiaram o evento na arena

27.06.2022

Acompanhe ao vivo no Canal Olímpico do Brasil

27.06.2022

Nesta segunda-feira rolaram as classificatórias do trampolim sincronizado e do duplo-mini-trampolim

27.06.2022

No masculino, Lucas Junio Tobias e Gabriel Miranda também alcançam a final