Bigmidia, um sonho dos dirigentes esportivos que se tornou real

04.08.2020  |    137 visualizações

Empresa de Tecnologia da Informação e Desenvolvimento de Software resolve dores da indústria esportiva nacional com ampla gama de soluções engenhosas e eficientes

Da Redação, São Paulo (SP) - Súmulas digitais, atualização de resultados de competições em tempo real, ferramentas de gestão, gerenciamento de controles antidoping, cadastro de processos de Tribunais de Justiça Desportiva, manutenção de rankings de atletas. Os dirigentes que sonhavam com soluções para as múltiplas demandas típicas de entidades esportivas não precisam mais sonhar. Já existe uma empresa, bastante consolidada no mercado, que é a parceira ideal na administração de clubes, federações, confederações e outros atores do mundo do esporte.

A Bigmidia é uma empresa de Tecnologia da Informação e Desenvolvimento de Software que elabora soluções personalizadas e exclusivas para seus clientes desde 2009. A maior expertise da empresa reside na área do esporte. O processo de construção desse conhecimento começou com o sistema Web Esportes, utilizado no gerenciamento de atletas das modalidades aquáticas. Hoje, algumas das mais importantes confederações esportivas do Brasil, responsáveis por boa parte das medalhas conquistadas na última edição dos Jogos Pan-Americanos, como Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, Confederação Brasileira de Ginástica, Confederação Brasileira de Taekwondo e Confederação Brasileira de Canoagem estão entre os clientes da empresa.

A ferramenta que revoluciona a gestão é o SGE (Sistema de Gestão Esportiva). Esse software, desenvolvido e aprimorado ao longo de anos para melhorar a administração das entidades, otimiza os processos gerenciais. Todos os procedimentos burocráticos são digitalizados, o que acelera a condução do trabalho, tornando-o transparente, atendendo a demandas da sociedade e da comunidade esportiva e a parâmetros determinados pela Secretaria Especial do Esporte, pela Lei Pelé e pelo Comitê Olímpico do Brasil.

O software é um aliado que dialoga com os conhecimentos e experiências específicos de cada entidade, aplainando o terreno para a obtenção do sucesso esportivo.

A medalhista olímpica Natália Falavigna, hoje Coordenadora de Seleções da Confederação Brasileira de Taekwondo, é uma das entusiasmadas adeptas do software. “O SGE é uma plataforma de gerenciamento esportivo completamente inovadora, decisiva para que as entidades obtenham saltos em desempenho administrativo e eficiência. A Bigmidia entende a gestão do esporte e oferece a tecnologia capaz de potencializar os processos”.

Apta a “matar no peito” variadas espécies de demandas da esfera esportiva, a Bigmidia recentemente se encarregou de viabilizar a eleição de representantes de atletas junto à Confederação Brasileira de Handebol, conferindo credibilidade a um processo que envolveu quase dois mil eleitores. É tecnologia a serviço da democratização da gestão das entidades esportivas.

Simplificar e agilizar processos outrora realizados de maneira praticamente artesanal é outra especialidade da Bigmidia. Os aficionados de hoje exigem resultados online, e a empresa atende a essa demanda. A Saltos Brasil (Confederação Brasileira de Saltos Ornamentais) é uma das entidades que fecharam contrato recentemente. “Nas competições, a Bigmidia gerencia toda a parte técnica. Os árbitros registram as notas dos saltos em tablets. O sistema calcula automaticamente e os resultados são disponibilizados online, em tempo real. Esses resultados são também inseridos no banco de dados. O mesmo processo é realizado tanto em competições nacionais como nas regionais. Dessa forma, os treinadores das seleções podem acompanhar o surgimento de jovens talentos promissores em qualquer estado da Federação. Essa é apenas uma dentre uma infinidade de possibilidades propiciada pelo sistema”, afirma Ricardo Moreira, presidente da Saltos Brasil.

A CBDA, parceira mais antiga, já tem um manancial de informações bem abrangente. Para se ter uma ideia, na base de dados há 24 páginas de resultados de Cesar Cielo, desde os 21s30 que lhe deram o ouro olímpico dos 50m livre em 2008 até os 1min58s85 que fez nos 200m livre no 9º Campeonato Internacional Infanto-Juvenil que disputou na Associação Esportiva Mocoquense, em 2003. Está tudo lá!

Nos Jogos de 2016, a qualidade do trabalho da empresa mineira chamou a atenção até mesmo da Omega, a gigante suíça responsável pela cronometragem olímpica desde os Jogos de 1932.

“A BigMidia disponibiliza, em tempo real, os resultados das provas, assim que o atleta bate a mão na placa. Esse know how, que só quem trabalha há muitos anos no mundo do esporte pode ter, é algo muito importante para nós”, diz Sergio Silva, diretor de Maratonas Aquáticas da CBDA.

Alguns números permitem que se tenha uma dimensão do papel desempenhado pela empresa junto às organizações esportivas: a Bigmidia armazena mais de seis milhões de resultados apenas da natação. No geral, 500 mil atletas constam de sua base de dados.

Essa expertise salta aos olhos de dirigentes de peso no âmbito do esporte nacional, como Ricardo Trade, que foi presidente do Comitê Organizador da Olimpíada do Rio. “A Bigmidia é uma empresa que vem se destacando na resolução de várias ‘dores’ da indústria esportiva. Profissionalismo e tecnologia ímpares!”.

 

 

 

 

Leia também...
04.11.2020

Modalidade, que se tornou olímpica, também quer se beneficiar da expertise da empresa na atuação junto a confederações esportivas brasileiras

26.09.2020

Ao oferecer sistema que integra os tempos apurados pelas placas de aferição à geração de caracteres, empresa tem papel decisivo na elevação da qualidade dos espetáculos transmitidos via streaming

25.09.2020

Empresa mineira com apenas 11 anos de idade funciona como verdadeiro divisor de águas para a administração de diversos processos de trabalho de federações e confederações esportivas importantes do esporte olímpico nacional

28.08.2020

De dirigentes a representantes de atletas, a apreciação do esforço empreendido pela empresa de tecnologia é bastante positiva