Na eleição da Confederação de Handebol, trabalho da Bigmidia recebe aprovação inconteste

28.08.2020  |    28 visualizações

De dirigentes a representantes de atletas, a apreciação do esforço empreendido pela empresa de tecnologia é bastante positiva

Da Redação, São Paulo (SP) - Promovida no último domingo (16), a eleição convocada pela Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) com o intuito de ampliar a representatividade das categorias Atletas e Clubes no Colégio Eleitoral da entidade, em cumprimento à legislação federal, foi um sucesso reconhecido pelos analistas mais críticos da imprensa especializada, por observadores de outras modalidades, dirigentes e pelas diferentes chapas que concorreram no pleito.

Em meio à pandemia, muito debate gira em torno dos mecanismos que tornam possível o envio de votos pelo correio, nos Estados Unidos, ou das possibilidades de participação eleitoral a distância, com o auxílio de computadores e celulares. Foi esse último o caminho seguido pela empresa Bigmidia, que tem sede em Belo Horizonte e presta serviços à Confederação Brasileira de Handebol há dois anos.

A Bigmidia, que assessora diversas entidades de peso no contexto do esporte olímpico nacional, como a CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos), CBG (Confederação Brasileira de Ginástica), CBCa (Confederação Brasileira de Canoagem) e CBTKD (Confederação Brasileira de Taekwondo), já tinha uma experiência prévia, tornando possível a eleição de representantes num pleito da CBDA, mas o processo eleitoral da CBHb tinha algumas particularidades desafiadoras.

Segundo cientistas políticos e fontes da Justiça Eleitoral costumeiramente ouvidos pela imprensa, os pleitos nos quais o eleitor precisa escolher dois candidatos ao Senado são mais complexos. O que diriam do processo eleitoral do handebol, em que cada eleitor teve que optar por 16 nomes? Cada um dos eleitores foi instado a se decidir por quatro atletas do handebol indoor feminino, outros quatro do indoor masculino, três do handebol de praia feminino, igual número no chamado Beach Handball masculino, uma atleta inativa e um inativo.

O edital elaborado pela CBHb foi o ponto de partida. O primeiro passo foi a seleção de candidatos que pudessem se habilitar à eleição, segundo os parâmetros publicados pela entidade, votados em Assembleia. O desafio seguinte foi desenvolver uma ferramenta tecnológica própria que viabilizasse a entrada no sistema de atletas e representantes dos clubes.

Cada eleitor habilitado tinha que entrar no SGE. O Sistema de Gestão Esportiva é o software utilizado por todas as entidades que trabalham com a Bigmidia. Desenvolvido e aprimorado constantemente para facilitar a administração dessas organizações, ele otimiza os processos gerenciais, desde os corriqueiros, como arrecadação de taxas federativas, até os eventuais, como as próprias eleições.

Depois de entrar com login e senha no SGE, os eleitores habilitaram a câmera de seu aparelho de celular ou computador. Em seguida, cada um dos participantes do processo tinha de enviar uma selfie com imagem colhida naquele momento. Após o recebimento e conferência da imagem, um dos 6 mesários remotos enviava um e-mail com um token. O passo seguinte consistia no envio de uma outra selfie, esta tirada com o participante exibindo um documento de identidade. O eleitor então era dirigido a uma sala virtual de espera, aguardando a avaliação feita pelos mesários remotos. Segundo Daniel Alves de Carvalho, um dos sócios da Bigmidia, essa etapa de espera não consumia mais do que cinco minutos.

Os números finais foram publicados com orgulho nas mídias sociais da Bigmidia: 29 clubes, 788 atletas, 12.724 votos, 7393 acessos ao sistema, 211 atendimentos realizados pelo suporte via chat.

“A CBHb estava tensa, pois nunca havia promovido uma eleição com essa envergadura. As disputas políticas costumeiramente são carregadas de tensão, e todos temíamos que qualquer pane pudesse dar margem a questionamentos capazes de comprometer a avaliação da comunidade do handebol a respeito da credibilidade do processo. Ao término dessa jornada, pudemos constatar que todos nós passamos pelo teste. Acompanhei as redes sociais de diversos atores da comunidade do handebol brasileiro, e tenho a convicção de que todos se convenceram de que as eleições foram realizadas com lisura e transparência”, avalia Carvalho.

De norte a sul do País, a avaliação a respeito do processo tocado pela Bigmidia foi positiva. “O processo foi bem transparente. Cada eleitor pôde se cadastrar, sem intermédio das federações. Trata-se de um processo simples. O envio de duas selfies aparentemente foi trabalhoso, mas necessário para nos conferir a certeza de que de fato os atletas é que votaram. Ao final, o que ficou foi a impressão de um trabalho prático, eficiente e desenvolvido sem problemas. A comunidade do handebol só tem a agradecer à Bigmidia pela parceria”, afirma Auricélio Andrade Pessoa, presidente da Liham (Liga de Handebol do Amazonas).

Bruno Carlos de Oliveira, Presidente da Comissão de Atletas da CBHb, destacou que as circunstâncias que envolveram o processo, como a complexidade da missão e o tempo exíguo para sua execução, realçam os méritos da empresa:

“A experiência que tivemos neste processo eleitoral foi muito gratificante. No que diz respeito aos serviços prestados pela Bigmidia, foi muito melhor do que o esperado. Tivemos a árdua missão de elaborar, em conjunto, todos os meios de garantir a lisura do processo e a o sigilo dos votos. A equipe da Bigmidia trabalhou de forma excepcional, atendendo a todos os pedidos da Comissão Eleitoral, além de ofertar melhores soluções para as dificuldades enfrentadas. Organizar um processo eleitoral totalmente online, da forma e pelo tempo que tivemos, sem dúvida podemos afirmar que foi um SUCESSO”.

“A Bigmidia deu um show nessa eleição. Acompanhei as mídias sociais e não vi ninguém questionando a lisura do processo, e isso já significa uma grande vitória. Quero destacar isso e também o trabalho de suporte feito pela empresa. A disponibilidade e a paciência dos caras para atender todo mundo que tinha dificuldades foram fora do normal. A eleição terminou às 17h30 e lá pelas 18h20 já tínhamos os resultados. Assino embaixo do sistema da Bigmidia, uma empresa que dá credibilidade às federações e confederações que trabalham com ela”, diz Djalma Miquelino Pinho Junior, presidente da Federação Alagoana de Handebol.

Fã da empresa, Miquelino se empolga com o trabalho da Bigmidia em outras frentes. No ano passado, realizou-se em Maceió o Campeonato Brasileiro Interclubes da categoria cadete. “A súmula eletrônica da Bigmidia poderia ser acessada por celular, de forma que tornou possível que o desempenho de um garoto jogando em Alagoas fosse acompanhado pelo pai dele, que estivesse nos Estados Unidos, por hipótese. Ele seria capaz de saber o número de gols marcados por cada atleta, as substituições, punições. O GloboEsporte.com informa os resultados de jogos de futebol do Campeonato Brasileiro, todos sabem disso. Mas o fato de podermos acompanhar jogos de handebol da categoria cadete é algo que me empolga muito”, diz o dirigente, falando de outra faceta do trabalho da Bigmidia, apenas uma entre tantas.

Leia também...
26.09.2020

Ao oferecer sistema que integra os tempos apurados pelas placas de aferição à geração de caracteres, empresa tem papel decisivo na elevação da qualidade dos espetáculos transmitidos via streaming

25.09.2020

Empresa mineira com apenas 11 anos de idade funciona como verdadeiro divisor de águas para a administração de diversos processos de trabalho de federações e confederações esportivas importantes do esporte olímpico nacional

04.08.2020

Empresa de Tecnologia da Informação e Desenvolvimento de Software resolve dores da indústria esportiva nacional com ampla gama de soluções engenhosas e eficientes