Troféu Brasil começa com boas exibições de ginastas consagrados

19.05.2022  |    201 visualizações

Rebeca Andrade, Caio Souza, Arthur Zanetti, Diogo Soares, Arthur Nory e outros chamam a atenção do público em Porto Alegre

Da Redação (SP) - Porto Alegre já começou a viver as emoções do Troféu Brasil Loterias Caixa de Ginástica Artística, a competição que marca o reencontro do esporte com o seu público, no ginásio da Sogipa.


Logo nesta quinta-feira, primeiro dia de competições eliminatórias, grandes atletas entraram em ação. É o caso de Arthur Zanetti (SERC São Caetano), que voltou a competir no solo após três anos. Ainda em recuperação de uma lesão no ombro, o campeão olímpico das argolas não se inscreveu em sua maior especialidade. Mostrando uma boa série, mas com algumas falhas, Zanetti conseguiu se classificar na oitava colocação, com a nota 13.000. Quem dominou o aparelho foi João Vieira, da Sogipa, que executou praticamente com perfeição uma série com alto nível de dificuldade e obteve a nota mais alta (13.850).


Nas argolas, Caio Souza brilhou, e se classificou em primeiro lugar (13.550). O generalista se inscreveu em todos os seis aparelhos e obteve vagas nas semifinais em todos os que competiu no primeiro dia (além das argolas, o atleta do Minas Tênis também avançou no cavalo com alças, mesmo com uma queda que lhe custou um ponto – nesse aparelho, obteve a segunda melhor nota ,13.000, e no solo.


Outro destaque na competição foi a estreia de Diogo Soares por seu novo clube, o Flamengo. O jovem atleta, que foi finalista no individual geral nos Jogos Olímpicos de Tóquio, conseguiu se classificar em terceiro lugar no cavalo (12.850) e em quinto no solo (13.400).
No feminino, o grande destaque, como era de se esperar, foi a apresentação de Rebeca Andrade nas paralelas assimétricas. Vice-campeã mundial em Kitakyushu nesse aparelho, ela se classificou em primeiro lugar (14.667). Em segundo lugar ficou Jade Barbosa, colega de Rebeca no Flamengo.


Rebeca não competiu no salto. Nesse aparelho, Andreza de Lima, ginasta do Grêmio Náutico União que recentemente obteve duas pratas nos Jogos Sul-Americanos da Juventude (solo e trave), classificou-se em primeiro lugar (12.850). Olhando-se a performance dos clubes, destaque para o Fluminense, que emplacou três finalistas nesse aparelho: Beatriz dos Santos (12.666), Yasmin Ribeiro (12.366) e Maria Rita dos Santos (12.116).
As finais estão programadas para sábado e domingo. Confira a programação no anexo.

RESULTADOS – FASE DE CLASSIFICAÇÃO

LINNK:https://www.cbginastica.com.br/resultado-trofeu-brasil-ga

Leia também...
28.06.2022

Primeiro dos três eventos organizados pela CBG no Parque Olímpico recebeu elogios dos atletas e cumpriu objetivo esportivo

27.06.2022

Acompanhe ao vivo no Canal Olímpico do Brasil

27.06.2022

Nesta segunda-feira rolaram as classificatórias do trampolim sincronizado e do duplo-mini-trampolim

27.06.2022

No masculino, Lucas Junio Tobias e Gabriel Miranda também alcançam a final