Brasil segue com confiança na Ginástica Artística Feminina

04.06.2021  |    428 visualizações

Ginastas entram em ação no Campeonato Pan-Americano às 16h38, na Arena Carioca

 

Da Redação (SP) - Depois da realização do treino de pódio, na quinta-feira (3), a comissão técnica da Seleção Brasileira de Ginástica Artística Feminina definiu em quais aparelhos as atletas do Brasil competirão, amanhã, no Campeonato Pan-Americano. Estarão em jogo duas vagas olímpicas individuais. Vão se classificar para Tóquio as ginastas nas melhores colocações no individual geral, com o limite de uma atleta por país.

Rebeca Andrade, Lorrane Oliveira e Christal Bezerra vão participar do individual geral, fazendo os quatro aparelhos: salto sobre a mesa, paralelas assimétricas, trave de equilíbrio e solo.

Ana Luísa Lima fará o salto e solo, e Julia Soares disputará nas assimétricas e trave.

Segundo Francisco Porath, um dos dois coordenadores da Seleção Feminina, o desempenho das atletas brasileiras no treinamento de pódio, realizado na Arena Carioca 1, foi bom. “O time se apresentou bem no treinamento de pódio. Essa atividade é muito importante para os ajustes das séries e aparelhos, sentir o clima da competição e ter o primeiro contato com a arbitragem”.

Iryna Ilyashenko, também coordenadora da Seleção, avalia que há importantes detalhes a ser aprimorados. “Conseguimos ver pontos importantes para melhorarmos e vamos ajustar nos treinos que antecedem a competição. Sempre podemos melhorar, e o grupo está muito empenhado”.

Jade Barbosa não poderá competir. “A atleta Jade Barbosa teve uma torção no joelho esquerdo durante o treinamento de pódio. Após exame clínico e ressonância magnética, foi encontrada uma lesão do menisco medial. A atleta iniciou fisioterapia imediata e será reavaliada nos próximos dias para definição do tratamento”, diz a equipe médica da seleção brasileira de ginástica.

A Seleção Feminina entra em ação na disputa do individual geral, competição por equipes e fase classificatória dos aparelhos às 16h38, na Arena Carioca 1. O Brasil faz parte da subdivisão 3, ao lado de México, Ilhas Cayman e Equador. A competição será exibida pelo SporTV e pelo streaming no Canal Olímpico, da TV NSports.

Leia também...
02.08.2021

Arthur Zanetti e Caio Souza terminaram em oitavo lugar nas argolas e no salto, respectivamente

02.08.2021

Arthur Zanetti e Caio Souza terminaram em oitavo lugar nas argolas e no salto, respectivamente

28.07.2021

Caio Souza obteve a 17ª colocação, e o jovem Diogo Soares foi o 20º

28.07.2021

Evolução constante de Caio e desenvolvimento de Diogo são destacados pela comissão técnica do Brasil.